• Nome Científico:

    Piptadenia suaveolens Miq.

  • Família:

    Leguminosae Mimosoideae

  • Outros Nomes:

    Angico, angico-vermelho, fava-de-folha-miúda, fava-folha-fina, faveira-folha-fina, paricá-grande-da-terra-firme, timbaúba, timborana.

  • Maior ocorrência:

    Brasil: Amapá, Amazonas, Acre, Pará, Rondônia.

  • Características Gerais:

    Madeira pesada, cerne marrom a marrom-avermelhado, pouco distinto do alburno marrom-pálido. Anéis de crescimento distintos, grã revessa, textura média, brilho moderado e cheiro imperceptível.

  • Durabilidade:

    Resistente ao ataque de fungos e insetos.

  • Preservação:

    Moderadamente fácil de preservar com CCA-A e difícil de tratar com produto oleossolúvel, mesmo em tratamentos sob pressão.

  • Trabalhabilidade:

    Serragem e aplainamento difíceis, porém, no torneamento e laminação apresentam bons resultados. Aceita polimento. O acabamento superficial é ruim na lixa e na plaina, regular na broca e excelente no torno.

  • Secagem:

    Muito rápida em estufa, apresentando rachaduras fortes, moderada tendência a encanoamento médio e a torcimento forte.

  • Aplicações:

    A madeira é usada como partes internas de móveis inclusive daqueles decorativos, lâminas decorativas, transporte, decoração e adorno, instrumentos musicais ou parte deles e outros.

  • Fonte:

    IPT (1989); IBAMA (2002).

Solicite um orçamento:

Produto: LAMINA-DE-TIMBORANA