• Nome Científico:

    Ficus sp.

  • Família:

    Moraceae

  • Outros Nomes:

    Apuí-açu, caxinguba, coajinguba, coaxinguba, figueira-do-brejo, figueira-do-mato, figueira-vermelha, gameleira, gameleira-branca, lombrigueira, mata-pau.

  • Maior ocorrência:

    Brasil: Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste, Sul.

  • Características Gerais:

    Madeira moderadamente pesada; cerne branco-encardido, com tonalidades levemente acinzentadas; alburno indistinto; textura grossa; grã direita; superfície com brilho acentuado e levemente áspera ao tato; cheiro imperceptível.

  • Durabilidade:

    A madeira de figueira em ensaios de laboratório demonstrou ter muito baixa resistência ao apodrecimento e ao ataque de cupins de madeira seca.

  • Preservação:

    Apresenta alta permeabilidade às soluções preservativas quando submetida à impregnação sob pressão.

  • Trabalhabilidade:

    É considerada de trabalhabilidade moderada nas operações de aplainamento e lixamento. Nas operações que envolvem “broca” apresenta acabamento excelente.

  • Secagem:

    É classificada como rápida, com tendência a forte arqueamento, encanoamento médio e torcimento forte.

  • Aplicações:

    Apesar de ser moderadamente pesada, apresenta retratibilidade muito alta a resistência mecânica de média a baixa. É usada, normalmente, para miolo de portas e painéis, e matéria-prima para fabricação de chapas de partículas e de folhas faqueadas decorativas.

  • Fonte:

    IPT (1989)

Solicite um orçamento:

Produto: LAMINA-DE-FIGUEIRA